22 janeiro 2009

Ufa, não é só no "terceiro mundo"

Descobrimos que os americanos não são perfeitos.
Barack Obama precisou realizar neste dia 22 de janeiro um novo juramento como presidente eleito dos EUA. A medida, considerada por muitos como excesso de zelo, deveu-se a uma palavra fora da ordem no juramento público de terça-feira. O novo juramento aconteceu na Sala de Mapas da Casa Branca perante jornalistas.

"Barack Obama foi induzido ao erro pelo presidente da Corte Suprema, John Roberts, que se enganou ao declamar o texto previsto pela Constituição dos Estados Unidos. "Eu, Barack Hussein Obama, juro solenemente cumprir as funções de presidente dos Estados Unidos fielmente e, na medida do possível, proteger e defender a Constituição dos Estados Unidos".
Porém, Robert cometeu um pequeno deslize ao falar "fielmente" depois de "presidente dos Estados Unidos". Obama parou de falar durante alguns segundos, antes de Roberts repetir o trecho da frase, errando novamente. O novo presidente teve então de acatar o erro cometido duas vezes pelo presidente da Corte Suprema."

Fonte : site Terra

Um comentário:

Polêmica disse...

Erros acontecem, rs.. Mesmo errando algumas palavras, o importante são as ações do Obama, ele tem que cumprir com tudo o que prometeu!

Beijos